Notícias

Notícias

Como lidar com uma gravidez de alto risco?

Se você tiver uma gravidez de alto risco, você ou seu bebê podem estar em maior risco de problemas de saúde antes, durante ou após o parto. Normalmente, é necessário monitoramento ou cuidados especiais durante a gravidez.

Às vezes, uma gravidez de alto risco é o resultado de uma condição médica presente antes da gravidez. Em outros casos, uma condição médica que se desenvolve durante a gravidez para você ou seu bebê faz com que a gravidez se torne de alto risco.

Fatores específicos que podem contribuir para uma gravidez de alto risco incluem:

  • Idade materna avançada- os riscos são maiores para mães com mais de 35 anos; 
  • Hábitos e estilo de vida-fumar, beber álcool e usar drogas pode colocar a gravidez em risco;
  • Doenças  maternas como hipertensão, obesidade, diabetes, epilepsia, doenças da tireóide, distúrbios cardíacos, asma mal controlada e infecções podem aumentar os riscos na gravidez, tanto para mãe como para o bebê. 

Além disso, outras complicações que surgem na gravidez podem representar riscos. Alguns exemplos incluem uma posição anormal da placenta, crescimento fetal menor que o esperado para a idade gestacional (restrição ao crescimento fetal), incompatibilidade sanguínea e gravidez  gemelar.

Uma história prévia de distúrbios de hipertensão relacionados à gravidez, como pré-eclâmpsia, aumenta o risco de ocorrência na próxima gravidez. Se você deu à luz prematuramente na última gravidez ou teve vários partos prematuros, você corre um risco maior de ter um parto prematuro na próxima gravidez. Converse com seu médico sobre sua história obstétrica. 

Se você está pensando em engravidar, agende uma consulta. É importante a reposição de ácido fólico prévio a gravidez, além de ajuste hormonal e estabelecer um peso saudável antes da gravidez. Se você tem uma condição médica, seu tratamento pode ser ajustado em preparação para a gravidez. O seu médico também pode discutir o risco de ter um bebê com uma condição genética. Procure atendimento pré-natal regular.

As visitas pré-natais podem ajudar seu médico a monitorar sua saúde e a saúde do seu bebê. Você pode ser encaminhado para um especialista em medicina materno-fetal, genética, pediatria ou outras áreas. A assistência pré-natal adequada diminui as complicações na gravidez e parto.

Outras Notícias